ReproduçãoReprodução

A Prefeitura do Rio de Janeiro decidiu nesta terça-feira (15) cancelar todas as festas oficiais de réveillon na cidade.
A decisão é do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), e a informação foi confirmada pela Riotur à GloboNews.
O prefeito do Rio tomou a decisão após reunião com secretários onde fez um balanço do fim do mandato.
"Esta é uma decisão necessária para a proteção de todos. A festa será a da esperança por bons resultados das vacinas para conter a pandemia. Será ainda um momento de reflexão sobre um ano difícil, de luta, com lamentáveis perdas de tantas pessoas. E será também hora de dar graças a Deus pelas vidas salvas", disse o prefeito Marcelo Crivella.
Sobre festas particulares de réveillon e eventos em quiosques da orla, a Prefeitura do Rio reforça que as aglomerações continuam proibidas, e as regras de ouro estão em vigor.
Riotur divulga nota
Em nota divulgada na tarde desta terça-feira (15), a empresa de turismo do Rio ( Riotur) acrescentou que o cancelamento ocorreu por causa da pandemia da Covid-19.
A Riotur disse, ainda, que embora o réveillon 2021 na cidade tenha sido projetado em um novo formato, "neste momento a prefeitura opta pelo cancelamento do evento da virada do ano em respeito a todas as vítimas e em favor da segurança de todos".
Este ano, segundo a Riotur, a ideia era fazer a celebração da virada sem a presença de público, sem queima de fogos com a festa online e acompanhada pela TV. A celebração iria ocorrer em pontos turísticos da cidade e não na orla, como é a tradição.
Movimento nos hotéis
Nesta segunda-feira (14), o Sindicato dos Meios de Hospedagens do Município do Rio (Hotéis Rio) divulgou a segunda prévia de ocupação hoteleira para o réveillon 2021: 58% dos quartos de hotéis da cidade já estavam reservados para a data.
Embora 10 pontos percentuais abaixo do registrado no mesmo período do ano passado (68%), o índice é considerado positivo quando se leva em consideração o cenário de pandemia, dizia o sindicato.
Os bairros mais procurados para o réveillon são:
Centro - 67%
Copacabana e Leme - 63%
Flamengo 61%
Recreio - 59%
Barra da Tijuca - 52%
Ipanema/Leblon - 51%.
A Prefeitura de Niterói anunciou na semana passada que as comemorações de réveillon na cidade estão suspensas.
A determinação vale para casas de festa, bares, clubes, restaurantes e demais eventos com venda de ingresso. As tradicionais queima de fogos nas praias da cidade também não vão acontecer nesse ano.
Segundo o município, o objetivo é evitar aglomerações e manter o controle da pandemia da Covid-19.