ReproduçãoReprodução

O Governo de Mato Grosso não quer apenas concluir em 2022 a pavimentação no trecho que ainda resta chão da MT-020, que liga Canarana a Paranatinga. Em resposta ao OPioneiro, a Sinfra respondeu que está elaborando projeto para recuperar todo o trecho do asfalto já concluso, que atualmente apresenta problemas.

A MT-020 tem 270 km e a sua pavimentação iniciou há quase 10 anos. Entre Canarana e o distrito de São José do Couto, apareceram muitos buracos nessa safra. Uma operação para tapar está em andamento, mas é um serviço paliativo. Por conta disso, lideranças políticas, como vereadores de Canarana, vem solicitando junto à Sinfra a recuperação total do trecho.

A engenheira Tayla Gois, da Três Irmãos, responsável por 66 km que fica no meio entre as duas cidades, disse que a empreiteira quer concluir os 40 km de chão que restam ainda em 2022. Em conversa com ela no parque de máquinas da empresa, que fica no município de Campinápolis, Gois falou que mais máquinas foram locadas e devem chegar nos próximos dias. O número de trabalhadores deve aumentar para mais de 100.

Além da pavimentação do trecho de chão, a Três Irmãos é responsável pela parte já asfaltada dentro dos 66 km, que precisa de reparos em alguns pontos e de recuperação total em outros. Esse trabalho está sendo executado, com previsão de conclusão também para esse ano.

O serviço de duplicação das pontes sobre os rios Sete de Setembro, Coronel Vanick e Couto Magalhães está entrando na fase final, com liberação da passagem em mão dupla prevista para os próximos dias. A pavimentação das cabeceiras dessas e também das pontes novas de concreto construídas sobre os córregos Bichinho e Canastra, deve ser feita esse ano junto com a recuperação do trecho.

Conforme a Sinfra, o projeto para recuperação total com uma nova camada de asfalto, abrange os lotes entre a cidade de Paranatinga e Rio Alegre, além de Canarana até o Culuene. O objetivo da Sinfra é executar esse trabalho ainda em 2022, para entregar até o final do ano a MT-020 totalmente pavimentada, com asfalto recuperado e pontes duplicadas, encurtando em mais de 200 km a distância da região Araguaia/Xingu com a capital Cuiabá.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DE NOSSOS GRUPOS DE WHATSAPP