ReproduçãoReprodução

A Prefeitura de Igrejinha desligou nesta quarta-feira (30) três funcionários que aparecem em um vídeo coreografando uma música em ambiente de trabalho. A cena, protagonizada por um homem e duas mulheres, foi filmada e divulgada por um dos servidores públicos nas redes sociais. Conforme a administração municipal, tanto a publicação quanto a dança foram feitas em horário de expediente.

Dois funcionários eram CCs (cargo de confiança), e um deles era terceirizado. Segundo a prefeitura, eles eram “cedidos ao Sine”. Assim que chegou ao conhecimento de superiores, o vídeo foi excluído das redes sociais. Por nota, o Executivo afirmou que não referenda nem aprova “a postura de tais servidores, pois o local de trabalho deve ser utilizado exclusivamente para fins profissionais, além de que o horário de expediente deve destinar-se ao atendimento da população”. Confira, abaixo, o posicionamento na íntegra.

Nota da Prefeitura

No final da tarde de ontem (29/03/2022) tomamos conhecimento de um vídeo filmado por servidores públicos em ambiente de trabalho, dançando/coreografando uma música, vídeo este publicado em horário de expediente nas redes sociais de um dos envolvidos.

Esta Administração Pública prima sempre pela atuação profissional das equipes de trabalho, visando o bem servir para a população e a observância dos deveres do servidor publico, bem por isso que não referendamos nem aprovamos a postura de tais servidores, pois o local de trabalho deve ser utilizado exclusivamente para fins profissionais, além de que o horário de expediente deve destinar-se ao atendimento da população.

O vídeo em questão não possui qualquer relação com as atividades desenvolvidas no setor, nem os servidores estavam autorizados a utilizar do espaço para fins pessoais. Portanto, informamos que foram tomadas as providências cabíveis, desligando de seu quadro de pessoal os servidores envolvidos no episódio. Igrejinha, 30 de março de 2022.”